Recepcionista de hospital tem direito ao adicional de insalubridade


A 2ª Turma do TST (Tribunal Superior do Trabalho), por entender que recepcionista de hospital ficava exposta de maneira permanente ao contato com pacientes doentes, condenou empresa vinculada ao SUS ao pagamento de adicional de insalubridade.


A funcionária realizava o atendimento de diversos pacientes em vários setores hospital o que permitia seu contato com diversos agentes biológicos.


Embora o pedido de pagamento do adicional de insalubridade tenha sido negado a trabalhadora na segunda instância, o TST, com base na perícia realizada durante o processo, reconheceu que a recepcionista mantinha "contato permanente com pacientes doentes em ambiente hospitalar" e, por tais motivos teria direito ao adicional de insalubridade.

Destaques
Recentes
Arquivo
Busca por Tags
 

© 2008 por Samuel Gomide & Advogados Associados.